LOADING...
historia

História

Em 1974, Maria Carlota Meneses Moutinho, Educadora Infantil e Professora do 1.º Ciclo, diplomada pela Escola Superior de Educação João de Deus fundava o Externato Os Meus Amores, localizado em Paços de Brandão. Impelida pelo número crescente de alunos, procura ampliar o seu espaço, instalando-se provisoriamente na rua do Aldeiro, em Lourosa. Decidida, porém, a arrancar com um projeto que incluía instalações construídas de raiz para o ensino, obteve, em abril de 1980, o alvará n.º 2265, atribuído pelo Ministério da Educação e que autorizava formalmente o funcionamento do Externato Infantil Paraíso dos Pequeninos. O seu espírito empreendedor levá-la-á a alargar o âmbito do Externato que, em outubro desse ano, assume também a valência de Ensino Primário. Já nessa altura, os alunos do Externato tinham inglês, música e ginástica no seu currículo e faziam, no fim do ano, uma festa cultural em que a criatividade tinha lugar central, algo completamente inovador.

Em 1994, Orlando e Nuno Moutinho, pai e filho, fundaram o Colégio das Terras de Santa Maria, com autorização de funcionamento para o 2.º e 3.º Ciclos do Ensino Básico, com o intuito de dar continuidade ao percurso escolar dos alunos do Externato. Nessa altura, Nuno Moutinho era aluno do 4.º ano da Faculdade de Economia do Porto e procurava dar assim os primeiros passos como gestor. Em 1996, termina a sua licenciatura e é selecionado em concurso público para ser docente na Faculdade de Economia do Porto. Até 2003/2004, a gestão dos estabelecimentos de ensino era separada, apesar do projeto educativo ser articulado pelas direções pedagógicas. A partir desse ano letivo, Nuno Moutinho passa a ser o responsável pela gestão dos dois estabelecimentos de ensino, função não remunerada e que acumula com a docência na Faculdade de Economia do Porto. Em 2005, o Externato Paraíso dos Pequeninos abre uma creche em Pedroso, com o alvará n.º 5/2005, atribuído pelo Centro Regional de Segurança Social do Porto. Em 2010, o Colégio das Terras de Santa Maria aumenta as suas instalações, construindo um novo edifício para o Ensino Secundário e cumpre-se o sonho de colocar em prática um projeto educativo do Berço à Universidade.

Em 2017, é inaugurado o novo Edifício Avó Aninhas, no Europarque, inicialmente a funcionar com as valências de Creche e Educação Pré-escolar.